Prospecção por e-mail (O Conhecido Cold Mail)

Funciona, mas precisa de alta personalização e muita estratégia!

O Cold Mail está ganhando cada vez mais pautas, e-books, vídeos e espaço nos temas de outbound marketing e merece o destaque.

De fato, ele compõe uma parte importante de uma estratégia mista de prospecção que pode envolver Social Sales, Cold Call e o já citado Cold Mail (dentre tantas as estratégias disponíveis). Como todas as demais estratégias que sua empresa adota para turbinar as prospecções, o Cold Mail exige a sua, porque é justamente ela que garante as conversões dos leads em reuniões de valor.

Separamos abaixo ações básicas que ajudarão suas campanhas de Cold Mail a serem assertivas e funcionais, tanto para sua empresa quanto para quem recebe:

1 – Segmentação Rigorosa

O outbound marketing permite que você escolha com quem falar e a forma de se apresentar e apresentar sua idéia/solução. É nessa fase que tudo pode fazer a diferença, já que você deve escolher um grupo de empresas que: ou você já tenha atendido e resolvido um problema (usando isso como case de sucesso) ou você tenha MUITA informação para agregar VALOR para esse grupo de empresas, que ao receber o seu tema, sentirão isso na hora!

2 – Coletar as Personas e Gestores, com seus e-mails atuais

Essa fase é uma das mais desafiadoras.
Uma vez definido o segmento e as empresas, é hora de escolher muito bem os contatos dentro dessas empresas (leia-se, os gestores e compradores de sua solução).
Usar tudo o que for possível para dar qualidade ainda maior à essa lista é absolutamente fundamental.
O LinkedIn aliado à algumas ferramentas de automação de prospecção pode ajudar. Mas existe uma necessidade de ter uma estratégia mista e muito atenciosa à qualidade dos e-mails coletados.

3 – Uma vez definido o segmento, personas e e-mails de valor, capriche no conteúdo, mas sempre com objetividade.

Existe diversos templates ótimos para envio de Cold Mail e com uma rápida pesquisa você coleta diversos insights.
Em todos eles não vemos nada muito técnico, já que a função desse e-mail é justamente provocar uma reunião e nela ter a chance de entrar nos detalhes.
Via de regra, uma ótima apresentação do tema e um convite para um próximo passo costuma ser uma maneira eficaz e funcional.

4 – Cold Mail é um apoio para o mais importante: Reunião Presencial ou Remota

Novamente, queremos reforçar que o Cold Mail é um apoio para provocar o que mais importa no início de uma venda B2B: a Reunião Presencial ou Remota.

Depois dos envios desses e-mails, é fundamental uma gestão primorosa nas respostas, aliada a inclusão de Cold Call para pedir as reuniões nos casos que não houve respostas, e claro, nos casos que HOUVE a resposta positiva.

Não é porque o seu e-mail não teve resposta que você deve abandonar a ideia do Cold Call.

Inclusive aqui, você já poderá citar que já enviou o tema por e-mail, além de pedir para falar diretamente com o perfil de contato que foi mapeado na fase inicial do processo.

Viu como temos varias etapas e fases para uma campanha assertiva de Cold Mail?

Pois é!!! Prospecção exige muita coisa!!

A HAS Soluções de Negócios – Prospecção Corporativa pode cuidar de tudo isso para sua empresa, deixando com que você esteja focado em suas visitas e negociações, e a HAS buscando novas empresas e oportunidades para o seu funil de vendas!!!

Faça contato e vamos juntos descobrir como podemos turbinar os seus resultados!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *